Pesca reabre no dia 1º de Março no Paraná.

Saibam quais serão as estrições para os rios da região

Por Ademir Zilio 13/02/2018 - 10:14 hs

Pesca reabre no dia 1º de Março no Paraná.
Piracema

 

A região do Noroeste do Paraná aguarda com ansiedade a reabertura da pesca, no dia 1º de março, em especial nos Rios Ivaí, Paraná e Paranapanema, pois aquece o comércio, com o deslocamento de pescadores dos grandes centros como Londrina, Maringá, Paranavaí e Campo Mourão, além de municípios menores, também da região.

Mauro Braga, chefe do IAP regional, em recente entrevista, esclareceu das restrições para a nova temporada, ou seja, a pesca no Rio Ivaí, na corredeira do ferro continua proibida, e será permitido pescar somente um exemplar de dourado, para cada pescador, caso seja flagrado com mais de um exemplar terá apreendido, seus pescados, traias e ainda pagará multa.

Já nos rios Paraná e Paranapanema, a restrição é quanto a pesca da Piracanjuba, que continua proibida, apesar de a portaria da lei, frisar que seria permitida após 5 anos, ou após o término dos estudos, portanto os estudos ainda não foram encerados e a pesca continua proibida para essa espécie.

Mauro Braga, alerta que para os demais peixes, é permitido por pescador, somente 10 quilos por espécie mais um exemplar, destacando do dever de estar com a carteirinha de pesca sempre em mãos, com o protocolo plastificado e sempre com um documento de identificação.

Caso não consiga a carteirinha, devido algum atraso, leve junto o protocolo de quitação dos valores, que tem a mesma validade comprovatória, isso para os amadores.

Vale destacar que se pego com o peso ou quantidade acima do permitido, a multa ao pescador amador será de R$ 700,00 + R$ 20,00 por quilo de peixe apreendido, sendo encaminhado ao fórum e responderá a processo por crime ambiental.

Já para os profissionais, se faz necessária a documentação em dia.

Quanto á pesca anterior ao dia 1º de março, somente para as espécies tucunaré, corvina, sendo a isca lambari, se faz necessário à nota fiscal, ou o uso de isca artificial. O local é a balsa que faz travessia para o estado de São Paulo, em Terra Rica, 5 km acima e 5 km abaixo.

Mauro salienta estar em disponibilidade para esclarecimentos através dos fones 44 3423 2526 ou 3423 1013