Feriado prolongado de Natal termina com 16 mortes em rodovias do Paraná

Por Ademir Zilio 27/12/2017 - 22:26 hs

Dezesseis pessoas morreram e 261 ficaram feridas em acidentes nas estradas federais e estaduais do Paraná durante o feriado prolongado de Natal, de acordo com o balanço, divulgado nesta terça-feira (26), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

(Correção: O errou ao informar que 22 pessoas morreram nas rodovias paranaenses durante o feriado prolongado de Natal. O número de 12 vítimas fatais, nas estradas estaduais, havia sido informado inicialmente pela PRE, que corrigiu a informação, dizendo que foram seis pessoas mortas neste período. A informação foi corrigida às 12h20.)

Segundo a PRE, foram seis mortes registradas em rodovias estaduais, entre sexta-feira (22) e segunda-feira (25), período da Operação Natal. Número menor do que o registrado em 2016, quando houve nove mortes.

Já de acordo com a PRF, 10 mortes foram registradas em rodovias federais no mesmo período. No ano passado, foram registradas 16 mortes.

Os números divulgados pela PRE e PRE mostram que, durante as operações, foram registrados 290 acidentes nas rodovias estaduais e federais. Em 2016, foram 247 acidentes atendidos no total.

Rodovias federais

Nas estradas federais do Paraná neste ano, segundo a PRF, 84 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas. Os policiais registraram 380 ultrapassagens proibidas e mais de 4 mil veículos acima da velocidade máxima permitida.

Rodovias estaduais

Segundo a PRE, nas estradas estaduais foram feitas 1.176 autuações, que vão de situações de embriaguez a autuações de passageiros e condutores sem cinto de segurança.

Em 2016, conforme a PRE, a Operação Natal foi realizada de 23 a 26 de dezembro, período em que foram emitidas 1.404 autuações.

Acidentes BR-153

Um dos dos acidentes mais graves no período da operação, segundo a PRF, foi registrado na BR-153, no sábado (23). Na região de União da Vitória, quatro pessoas morreram em uma batida entre um carro e um caminhão. De acordo com a polícia, os veículos pegaram fogo.

Na mesma rodovia, na segunda-feira (25), o prefeito de Japira, Walmir Wellington da Silva (DEM), e a enteada dele morreram em um acidente, segundo a PRF.