Alerta de chuva volumosa no Paraná

Até, o final desta semana de 2017, a tendência é de mais chuva sobre o Paraná. O ano de 2017 irá terminar com uma outra e nova frente fria no Sul do Brasil.

Por Ademir Zilio 26/12/2017 - 17:24 hs
Foto: climatempo

Nesta última quarta-feira do ano (27), o ar quente e úmido predomina sobre o Sul do Brasil e a passagem de uma frente fria pelo litoral gaúcho ajuda a deixar as nuvens mais carregadas na maior parte da Região. Vale lembrar, que o ar polar que acompanha este sistema é fraco e não consegue derrubar a temperatura significativamente. 

O alerta maior é para o estado do Paraná. A chuva continua frequente, volumosa e com risco de temporais. A chuva pode causar problemas como alagamentos, transbordamento de rios e até deslizamento de terra.

Note que no mapa abaixo o volume de chuva mais alto fica concentrado no Paraná, onde pode alcançar 150mm no extremo norte do estado, divisa com São Paulo e Mato Grosso do Sul:

Em Santa Catarina, oeste e norte do Rio Grande do Sul o sol aparece durante várias horas ao longo do dia, mas as pancadas de chuva com raios acontecem principalmente a tarde a noite. Pode chover forte. 

Na Grande Porto Alegre, centro-sul e leste do Rio Grande do Sul um dia de bastante sol e calor. 

Até, o final desta semana de 2017, a tendência é de mais chuva sobre o Paraná. O ano de 2017 irá terminar com uma outra e nova frente fria no Sul do Brasil. 

Estado que faz divisa com nossa região, MS continua em alerta.

Várias áreas de Mato Grosso do Sul amanheceram com chuviscos e chuva leve neste pós dia de Natal, inclusive em Campo Grande. 

 O ar está bastante quente e úmido sobre a Região e áreas de instabilidade de um sistema de baixa pressão no Paraguai ajudam a espalhar mais nuvens carregadas nesta tarde de terça-feira (27). A previsão é de pancadas de chuva durante a tarde e a noite com risco de chuva forte. O calor diminui um pouco por causa da nebulosidade e da chuva, mas a sensação será de abafamento.

A tendência é que até domingo 31/12, as pancadas de chuva continuem ocorrendo sobre Centro-Oeste. Os maiores acumulados de chuva vão se concentrar no sul de Mato Grosso do Sul