Homem flagrado chutando cão em SC é preso suspeito de agredir mãe de 84 anos

Ele foi identificado pela polícia como sendo o autor da agressão ao animal durante o registro de ocorrência de violência doméstica.

Por Ademir Zilio 05/10/2017 - 16:29 hs

Por: Gabriel | 05/10/2017

O homem que foi flagrado chutando um cachorro em Lages, na Serra catarinense, foi preso por suspeitar de agredir a mãe de 84 anos na quarta-feira (4). Ele foi identificado pela polícia como sendo o autor da agressão ao animal durante o registro de ocorrência de violência doméstica.

“A gente viu pela fisionomia que era a mesma pessoa que viralizou nas redes sociais chutando o animal. A camisa era idêntica. A gente começou a questionar e verificou que era a mesma pessoa”, explica o delegado Rafael Barbosa, da Central de Plantão Policial de Lages, onde o homem de 51 anos foi autuado em flagrante.

Ele foi parar na delegacia após uma denúncia de que teria agredido a mãe na casa onde os dois moram, no bairro Coral, mesmo bairro onde câmeras de monitoramento registraram o momento em que o homem chutou Tortinho, que estava deitado em frente a uma padaria em 5 de setembro.

O caso de agressão ao animal era investigado pela 2ª DP de Lages, que tentava identificar o suspeito.

O dono do cachorro também reconheceu o suspeito, por foto. No dia da agressão, Cesario Muller chegou a discutir com o homem, que logo foi embora.

Tortinho foi adotado há mais de dez anos pelos proprietários da padaria e é conhecido na cidade como sendo um cão dócil.

Segundo Barbosa, o suspeito não possui passagens por agressão. “Tem passagens pequenas, como ameaça. Ele confirmou que maltratou com um chute o animal, não teve motivação, ele fez porque quis”, disse o delegado, sobre o depoimento do suspeito.

Ele deve responder a um termo circunstanciado por crime ambiental por ter chutado o cachorro.

Cão Tortinho foi agredido enquanto estava deitado em calçada (Foto: Jackson Pereira/Divulgação)

Agressão à mãe

O delegado não passou detalhes sobre a agressão à idosa para preservá-la, mas informou que ela não ficou ferida.

Na manhã desta quinta-feira (5), o suspeito estava no presídio de Lages aguardando pela audiência de custódia.

“Caso ele seja solto, pedi uma medida protetiva que consiste no afastamento dele do lar”, disse o delegado.

*Com informações do G1 SC